O homem que salvou quase 700 crianças judias dos nazistas

Em 1938, Nicholas Winton, filho de pais judeus, trabalhava como corretor de valores em Londres. Mas, após a ocupação nazista de Praga, Winton decidiu abandonar seu trabalho e dedicar todos seus esforços a resgatar crianças judias na capital tcheca.

Seu plano consistiu em enviá-las para o Reino Unido, onde convenceu as autoridades a deixar com que entrassem mesmo sem ter os documentos necessários.
Uma vez ali, Winton - que morreu em 2015 - conseguiu um grupo de famílias para abrigar as crianças.

Graças a suas ações, 669 crianças sobreviveram ao Holocausto.

Poucos conheciam a proeza de Winton até que uma apresentadora de TV tornou públicos seus esforços em 1988.

Na semana passada, Londres celebrou o nascimento de Winton com um serviço religioso especial do qual participaram 28 pessoas que devem sua vida a ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos