A tenebrosa prisão por onde passaram 14 mil pessoas e só 7 saíram vivas

Chum Mey é um das sete pessoas que conseguiram sair com vida da prisão Tuol Sleng, em Phnom Penh, capital do Camboja.

A penitenciária foi comandada pelo Khmer Vermelho entre 1976 e 1979, um dos governos autoritários mais sangrentos da história da humanidade.

Cerca de 14 mil pessoas foram torturadas e assassinadas ali.

Hoje, Chum Mey dedica-se a vender o livro que escreveu sobre seu tempo na prisão, hoje transformada em um museu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos