Imagens mostram tentativa de fuga e prisão de suspeito de ataque em NY

Um homem atropelou na terça-feira ciclistas em Nova York, deixando oito pessoas mortas e mais de 10 feridos.

A polícia trata o incidente como um ataque terrorista, e há informações de que o FBI (a polícia federal americana) já está à frente das investigações.

O suspeito, um homem de 29 anos identificado como Sayfullo Saipov, foi baleado e preso pela polícia. Imigrante do Uzbequistão, Saipov teria chegado aos Estados Unidos em 2010 e se estabelecido na Flórida.

Na ação, ele dirigia uma caminhonete alugada que, depois dos atropelamentos, se chocou com um ônibus escolar por volta das 15h locais, ferindo dois adultos e duas crianças.

Nesse momento, o motorista saiu do caminhonete segurando o que pareciam ser armas nas mãos até ser atingido no abdômen e preso, segundo a polícia.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou que não há evidência que sugira que o episódio de terça fosse parte de "um plano mais amplo" de ataques.

O presidente norte-americano, Donald Trump, se manifestou pelo Twitter sobre o ocorrido: "Em NYC, parece ter havido outro ataque por parte de uma pessoa muito doente e demente. As forças policiais estão acompanhando de perto. Não nos EUA!"

Mais tarde, acrescentou: "Não podemos permitir que o Estado Islâmico retorne ou entre em nosso país após derrotá-lo no Oriente Médio e em outros lugares. Basta."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos