PUBLICIDADE
Topo

Chuvas deixam em alerta cidades de Santa Catarina e Rio Grande do Sul

28.jun.2014 - Já são 4.675 pessoas que deixaram suas casas devido às chuvas no Rio Grande do Sul - Ronaldo Bernardi/Agência RBS
28.jun.2014 - Já são 4.675 pessoas que deixaram suas casas devido às chuvas no Rio Grande do Sul Imagem: Ronaldo Bernardi/Agência RBS

Em São Paulo

27/06/2014 22h43

Mais de 4,6 mil pessoas foram evacuadas no Rio Grande do Sul em consequência das persistentes chuvas que caem na região, enquanto em Santa Catarina a ruptura de uma represa mantém as autoridades em alerta.

Um total de 52 municípios se viram afetados pelas precipitações dos últimos dias, a maioria na região norte e nordeste do Estado, segundo um balanço divulgado pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul.

Os prefeitos de três cidades --Vicente Dutra, Barão do Cotegipe e Erval Grande-- solicitaram o estado de emergência a fim de agilizar a captação de recursos para auxiliar as famílias atingidas.

Em apenas dois dias, as regiões do norte e noroeste do Rio Grande do Sul registraram mais chuvas que as previstas para todo o mês de junho, o que provocou inundações em vários municípios.

A previsão é que as chuvas continuem de maneira intensa durante o fim de semana e a atenção de autoridades e moradores está centrada no aumento do nível do rio Uruguai.

Santa Catarina

Em Santa Catarina, ao menos 23 municípios se viram afetados pelas precipitações e a cidade de Arvoredo se encontra em alerta depois da ruptura de uma represa de médio porte situada a 56 quilômetros do município.

De acordo com a prefeitura de Arvoredo, pelo menos 30 famílias foram desalojadas na cidade perante o risco de inundações, já que a represa se encontra sobre o rio Irani, um dos afluentes do Uruguai.

Segundo a Polícia Rodoviária de Santa Catarina, pelo menos 13 estradas têm trechos interceptados.