EI bombardeia base aérea na Síria e destrói helicópteros russos

Washington, 24 mai (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) atacou na semana passada uma base aérea de importância estratégica no centro da Síria utilizada pelas forças russas e destruiu helicópteros, informou a agência de inteligência americana Stratfor nesta terça-feira.

A agência oficial dos jihadistas reivindicou a autoria do ataque, ocorrido no dia 17 de maio contra a base aérea conhecida como T4, uma das mais importantes da Síria.

"As imagens de satélite adquiridas pela Stratfor em colaboração com a Analysis AllSource verifica que a base aérea T4 foi fortemente danificada por um ataque de artilharia do Estado Islâmico. Quatro helicópteros de ataque MI-24 russos parecem ter sido destruídos", apontou a agência.

Stratfor destaca que a parte nordeste do aeroporto, onde se concentra o uso de helicópteros, sofreu danos consideráveis, e 20 caminhões foram atingidos pelo fogo de artilharia.

A área onde se encontra a base aérea é estratégica, já que fica na província de Homs, que abrange parte do deserto sírio em direção à cidade de Al Raqqah, capital do "califado" autoproclamado pelo EI.

A base T4 abriga dois esquadrões de aviões de combate, um deles composto por caças-bombardeiros Sukhoi Su-22 e o outro por Su-20, que fazem missões como a que recentemente resultou a recuperação de Palmira das mãos do EI, assim como helicópteros e aviões de treino da Força Aérea síria.

As forças internacionais tentam enfraquecer os jihadistas para tomar o controle de Al Raqqah, para a qual a aliança curdo-árabe anunciou uma nova ofensiva ao norte da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos