Últimas pesquisas confirmam empate, mas dão leve vantagem a Kuczynski no Peru

Lima, 4 jun (EFE).- Os candidatos Pedro Pablo Kuczynski e Keiko Fujimori mantêm um empate técnico, embora agora o primeiro tenha uma pequena vantagem percentual a poucas horas do segundo turno das eleições presidenciais no Peru, segundo dois simulacros de votação aos quais a Agência Efe teve acesso neste sábado.

O primeiro estudo, da empresa privada GfK e que por lei não pode ser publicado no Peru, afirmou que Kuczynski tem 51,1% dos votos válidos, contra 48,9% de Keiko.

Outro estudo da mesma empresa tinha dado na sexta-feira 50,3% de votos válidos a Keiko e 49,7% a Kuczynski em um simulacro realizado na quarta-feira e quinta-feira, sobre uma amostra de 1.816 pessoas em nível nacional.

A pesquisa divulgada hoje, que foi feita com 11 mil pessoas em nível nacional e tem uma margem de erro de 1,6%, apontou 45,8% do total dos votos para Kuczynski e 43,8% para Keiko, e indicou que existem 5,4% de votos em branco e 5% nulos.

Outro simulacro de votação, elaborado pela empresa privada Ipsos e ao qual a Efe também teve acesso este sábado, dava a Kuczynski 50,4% dos votos válidos e a Keiko 49,6%.

Nesta amostra, feita sobre uma população de 7.260 pessoas em nível nacional e com uma margem de erro de 1,8%, 45,5% dos votos totais eram para Kuczynski e 44,7% para Keiko, enquanto 9,8% corresponderam a votos em branco ou nulos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos