Pesquisas apontam vitória de governista PP na Espanha, mas longe da maioria

Madri, 26 jun (EFE).- Atualmente no poder, o Partido Popular (PP), de centro-direito, será o ganhador das eleições legislativas na Espanha, mas longe de conseguir a maioria absoluta para governar sozinho, segundo as pesquisas de boca de urna, que apontam em segundo lugar a coalizão de esquerda Unidos Podemos e em terceiro o socialista PSOE.

Segundo a pesquisa da rede de televisão estatal "RTVE" e de emissoras regionais, o PP conseguirá entre 117 e 121 cadeiras em um Congresso de 350, com maioria absoluta de 176. A Unidos Podemos ficará com 91 a 95 assentos, o PSOE com 81 a 85 e o liberal Ciudadanos com 26 a 30.

Outra pesquisa, divulgada pelo jornal "ABC" e a emissora de rádio Cope mostra que o PP conseguirá de 121 a 124 deputados, seguido por Unidos Podemos (com 87 a 89), PSOE (84 a 86) e Ciudadanos (29 a 32).

Se os resultados das pesquisas se confirmarem, o PSOE cairia para a condição de terceiro maior partido pela primeira vez desde a restauração da democracia, em 1977, ao ser superado pela Unidos Podemos.

Em relação aos partidos nacionalistas, o ERC, partidário da independência da Catalunha, com entre nove e 11 cadeiras, venceria nesta região do nordeste da Espanha a coalizão de centro-direita nacionalista CDC, que obteria cinco.

Por sua vez, o nacionalista basco PNV obteria entre cinco e seis cadeiras.

Nas eleições de 20 de dezembro do ano passado, o PP conseguiu 123 cadeiras, seguido por PSOE (90), Podemos (69) e Ciudadanos (40).

Aqueles resultados representaram a ruptura do tradicional domínio de PP e PSOE, além da entrada em cena de Podemos e Ciudadanos, dois partidos que concorreram pela primeira vez em eleições gerais.

O pleito deste domingo, o segundo em seis meses, tinha registrado uma participação popular de 51,21% às 18h (hora local; 13h de Brasília), sete pontos percentuais mais baixa que a de 2015, que já havia tido o menor número proporcional de comparecimento às urnas da história da democracia espanhola.

Os colégios eleitorais do território continental espanhol fecharam às 20h (15h de Brasília), e os primeiros dados oficiais começarão a ser divulgados uma hora depois, quando terminar a votação nas Ilhas Canárias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos