Boris Johnson não vai se candidatar para substituir Cameron

Londres, 30 jun (EFE).- O ex-prefeito de Londres Boris Johnson, defensor da saída do Reino Unido da União Europeia (UE), decidiu nesta quinta-feira não apresentar sua candidatura para substituir David Cameron como líder conservador e primeiro-ministro do Reino Unido.

Em uma surpreendente declaração em Londres no meio de uma grande atenção da mídia, Johnson disse que ele não é a pessoa adequada para assumir a responsabilidade do Executivo.

O ex-prefeito da capital britânica, de 52 anos, era visto como um dos candidatos favoritos para assumir a liderança da legenda, depois do sucesso de sua campanha a favor do "brexit" no referendo do dia 23 de junho.

Após defender em seu discurso a necessidade de unir o país e quando todo o mundo esperava que fosse divulgada sua candidatura, Johnson disse que, depois de consultar seus colegas, "chegou à conclusão" que ele não era a pessoa pertinente para assumir a liderança.

O político "tory", uma das figuras mais carismáticas do partido, afirmou que o novo líder precisa transmitir "esperança" e "ambição" ao povo britânico depois do plebiscito, no qual quase 52% do eleitorado apoiou o "Brexit".

Johnson tomou a decisão depois que seu companheiro de campanha para o referendo, o ministro da Justiça, Michael Gove, confirmou sua candidatura para substituir Cameron.

Em declaração, Gove surpreendeu também o mundo político ao dizer que participará da eleição interna, na qual deverá ser escolhido um novo líder e primeiro-ministro.

Gove tinha indicado recentemente que sua intenção era trabalhar com Boris Johnson porque era a favor de que o próximo responsável pelo partido procedesse do grupo que fez campanha a favor da saída britânica da UE.

O Partido Conservador encerra hoje o prazo de apresentação de candidatos para suceder Cameron.

O anúncio de Johnson foi conhecido também depois que a ministra de Interior, Theresa May, confirmou sua candidatura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos