Protestos por massacre em Dallas têm 77 pessoas detidas em 18 cidades nos EUA

Em Washington

  • Andres Kudacki/AP

    Manifestantes gritam palavras de ordem durante protesto de Manhattan ao Brooklyn

    Manifestantes gritam palavras de ordem durante protesto de Manhattan ao Brooklyn

As autoridades americanas prenderam 77 pessoas na noite de sexta-feira durante os protestos realizados em 18 cidades dos Estados Unidos após o massacre de cinco agentes em Dallas, no Texas, na quinta-feira durante uma manifestação contra a violência policial.

A maioria das detenções, 74, ocorreram em Rochester (Nova York), onde foram registrados confrontos entre policiais e manifestantes em um protesto de 400 pessoas.

Os outros três detidos foram em Phoenix (Arizona), onde a polícia usou gás de pimenta para evitar a interdição de estradas em um protesto do movimento "Black Lives Matter" (As vidas dos negros importam) que reuniu 300 pessoas.

Em Baton Rougue (Louisiana), onde na terça-feira dois policiais brancos atiraram à queima-roupa contra um homem negro que já estava rendido, os protestos foram mais pacíficos, assim como em Minneapolis (Minnesota), estado onde na quarta-feira um policial matou um cidadão negro dentro de seu veículo.

Protestos, de maior ou menor tensão, e vigílias ocorreram na noite da sexta-feira em pelo menos 18 cidades de todo o país, entre elas Nova York, Washington, San Francisco, Dallas, Nova Orleans, Baltimore, Pittsburgh (Filadélfia), Omaha (Nebraska) e Sacramento (Califórnia).

O ex-soldado do Afeganistão Micah Xavier Johnson, negro de 25 anos, impôs o terror na noite de quinta-feira em um protesto pacífico contra a violência policial no centro de Dallas.

O franco-atirador disparou com a intenção de matar agentes brancos, segundo disse aos negociadores da polícia, e conseguiu assassinar cinco policiais e ferir nove pessoas, entre elas outros sete agentes. O agressor foi morto com a explosão de uma bomba enviada por um robô da polícia.

Centenas de pessoas protestam contra violência policial nos EUA

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos