Partido Conservador prepara-se para proclamar May primeira-ministra

Londres, 11 jul (EFE).- A candidata Theresa May será "formalmente" proclamada líder do Partido Conservador britânico e primeira-ministra do Reino Unido uma vez que o comitê 1922 do grupo parlamentar "tory" se reúna, declarou nesta segunda-feira seu presidente, Graham Brady.

Brady afirmou que o conselho deste comitê, que aplica os estatutos da formação, manterá uma reunião de consulta, mas indicou que a intenção é proclamar May "o mais rápido possível" para o duplo cargo.

Theresa May, de 59 anos, se transformou na única candidata à liderança conservadora e à chefia do governo após a desistência de sua única rival, Andrea Leadsom, que hoje se retirou da disputa ao considerar que não tinha suficiente apoio dentro do grupo parlamentar.

May e Leadsom, que foram préselecionadas pelos parlamentares conservadores, concorriam pelo voto das bases em eleições internas que terminariam em 9 de setembro, quando seria revelado o nome da ganhadora.

Leadsom, que apoiou o "Brexit" no referendo de 23 de junho, garantiu hoje, ao anunciar sua desistência, que May é a pessoa "ideal" para dirigir o Executivo, pois recebeu os votos de 199 dos 329 deputados "tories", frente aos 84 da secretária de Estado de Energia.

A nova chefe do governo britânico será a encarregada de liderar as conversas com a União Europeia para acordar os termos da saída do Reino Unido do bloco comunitário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos