Drone americano causa 18 mortes no Afeganistão

Cabul, 28 set (EFE).- Pelo menos 18 pessoas morreram, incluindo civis, e vários outros ficaram feridos em um bombardeio nesta quarta-feira com um drone dos Estados Unidos contra o Estado Islâmico que atingiu uma casa na Província de Nangarhar, no leste do Afeganistão.

O vice-presidente do Conselho Provincial, Zabihullah Zmarai, afirmou que o ataque aconteceu no distrito de Achin, em Nangarhar, e deixou mortos civis, enquanto as forças americanas confirmaram à Agência Efe que estão revisando os dados do ataque para apurar como realmente aconteceu.

"O drone das forças estrangeiras atacou uma casa de repouso local e matou 14 pessoas, entre eles vários civis, mas não está claro quantos eram civis e se há membros do EI entre as vítimas", disse à Efe, um morador de Nangarhar, o maior bastião do Estado Islâmico no Afeganistão.

De acordo com a fonte, na casa acontecia uma festa de boas-vindas para um idoso, pois ele e sua mulher acabavam de retornar de uma peregrinação a Meca.

"Os dois peregrinos estão entre os mortos", afirmou.

O porta-voz da polícia de Nangarhar, Hazrat Hussain Mashriqiwal, confirmou que o bombardeio aconteceu nas primeiras horas da madrugada.

"Não podemos confirmar ainda se há vítimas civis, mas incluindo um líder e um juiz (dos jihadistas), 18 membros do EI morreram", afirmou

"Enviamos uma delegação investigar se são vítimas civis ou não", completou.

Attaullah Khogyanai, porta-voz do governador do Nangarhar, disse à Efe que há "importantes baixas no bombardeio" mas não confirmou, nem desmentiu a presença de civis entre as vítimas.

O porta-voz das Forças Armadas dos Estados Unidos, brigadeiro- general Charles Cleveland, afirmou em comunicado enviado à Efe que houve um ataque aéreo "antiterrorista" em Achin.

"Estamos cientes de algumas queixas sobre vítimas afegãs e estamos neste momento revisando os materiais relacionados com o ataque", afirmou o militar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos