Tim Cook e Bill Gates estiveram em lista para ser vice de Hillary, segundo WikiLeaks

Em Washington

  • Reprodução

    Tim Cook, executivo-chefe da Apple

    Tim Cook, executivo-chefe da Apple

O executivo-chefe da Apple, Tim Cook, e o cofundador da Microsoft, Bill Gates, estiveram entre as 40 pessoas que a campanha da candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, avaliou como candidatos à vice-presidência dos EUA, segundo e-mails divulgados nesta terça-feira (18) pelo WikiLeaks.

A lista de e-mail do chefe de campanha de Hillary, John Podesta, incluía em março vários senadores democratas, entre eles Elizabeth Warren (Massachusetts) e o próprio Tim Kaine (Virgínia), que acabou sendo o escolhido para o cargo.

Podesta dividiu os candidatos por sexo, e também pela origem racial (negros ou hispânicos), e incluiu não somente políticos, mas também executivos e altos cargos das Forças Armadas, como o general reformado John Allen.

Entre os hispânicos estavam o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Julián Castro; e o secretário de Trabalho, Tom Pérez.

Já a lista de negros é formada pelo senador de Nova Jersey Cory Booker; o ex-Procurador-Geral Eric Holder; e o ex-governador de Massachusetts, Deval Patrick.

Entre as mulheres, além de Warren, estavam as senadoras Kirsten Gillibrand (Nova York), Amy Klobuchar (Minnesota), Claire McCaskill (Missouri) e Tammy Baldwin (Wisconsin).

Entenda os 'swing states', que definem a eleição americana

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos