Rússia afirma que bombardeios sobre Aleppo estão suspensos há sete dias

Moscou, 25 out (EFE).- O Ministério da Defesa da Rússia afirmou nesta terça-feira que os aviões sírios e russos suspenderam há sete dias os bombardeios sobre a cidade de Aleppo e que os corredores humanitários para a retirada da população civil estão abertos de maneira permanente.

"Há sete dias cessaram completamente os voos das Forças Aeroespaciais da Rússia e das Forças Aéreas Síria sobre Aleppo", declarou o porta-voz do ministério russo, general Igor Konashenkov.

O militar ressaltou que em todo este período "os aviões não se aproximaram da cidade e nem realizaram ataques".

"Durante as 24 horas do dia continuam funcionando os seis corredores humanitários, que contam com postos onde os civis que abandonam a parte oriental de Aleppo podem receber comida quente e atendimento médico", completou.

Segundo Konashenkov, por um desses corredores saíram na noite de ontem a cidade de Aleppo um total de 48 mulheres e crianças.

Ontem, em uma conversa telefônica, o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, mostrou a seu colega russo, Sergey Lavrov, sua preocupação pela retomada dos bombardeios sírios e russos na província de Aleppo, e salientou a necessidade de permitir a entrega de ajuda humanitária para as populações sitiadas.

Por sua vez, o ministério russo advertiu que não haverá novas pausas humanitárias até que a oposição síria rompa com com os grupos jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos