Relação de viagens ecumênicas do papa Francisco

Redação Central, 27 out (EFE).- A viagem que o papa Francisco fará à Suécia na próxima semana, durante a qual vai participar dos atos de comemoração do 500° aniversário da Reforma de Lutero, será uma viagem de forte caráter ecumênico.

Esta é uma relação de viagens de Francisco nos quais o diálogo com outras religiões foi uma parte importante da visita.



- 14 a 26 de maio de 2014.- Peregrinação à Terra Santa. Reuniu-se com o patriarca ecumênico Bartolomeu I, recebeu o presidente palestino, Mahmoud Abbas; visitou o Grande Mufti de Jerusalém na Esplanada das Mesquitas e orou no muro das lamentações.

- 21 setembro de 2014.- Albânia. Em Tirana foi recebido pelas autoridades políticas e religiosas, e se reuniu com os líderes de outras religiões.

- 28 a 30 de novembro de 2014.- Turquia. Foi uma visita marcada pelos encontros ecumênicos e o diálogo com o Islã. Em Istambul visitou a Mesquita Azul, na qual rezou com o mufti da cidade e na antiga Constantinopla assinou com Bartolomeu I uma declaração conjunta para restabelecer relações com os cristãos ortodoxos. Além disso, se reuniu com o Grande Rabino da Turquia.

- 12 a 19 de janeiro de 2015.- Sri Lanka. Viajou como "missionário" e se reuniu com os representantes de todas as confissões; presidiu a cerimônia de canonização do primeiro santo local, o sacerdote José Vaz, e visitou Madhu, no território dos tâmeis, que vivem em confronto com as cingaleses. Na mesma viagem também visitou as Filipinas, com encontros com representantes políticos e religiosos.

- 6 de junho de 2015.- Bósnia-Herzegovina. Em Sarajevo foi recebido pelos representantes das três principais etnias e confissões do país balcânico.

- 25 a 30 de novembro de 2015.- Primeira viagem à África. Visitou Quênia, Uganda e República Centro-Africana. Centrado nos pobres e na convivência entre religiões, se reuniu com autoridades civis e religiosas. Em Uganda dialogou com os jovens e no santuário anglicano dos mártires de Namugongo, perto de Campala, rezou uma missa em lembrança dos ugandenses católicos e anglicanos assassinados entre 1884 e 1887.

- 12 a 18 de fevereiro de 2016.- México. Antes de chegar a território mexicano, teve um histórico encontro, no aeroporto de Havana, com o patriarca ortodoxo russo, Kirill, após mil anos de cisma.

- 24 a 26 de junho de 2016.- Armênia. Foi recebido pelas autoridades do país, o presidente Serz Sargsyan e o patriarca da Igreja Apostólica Armênia, Karekin II.

- 30 de setembro a 2 de outubro de 2016.- Geórgia e Azerbaijão. na Geórgia se reuniu com o presidente do país, Giorgi Margvelashvili, e o patriarca da Igreja Ortodoxa Georgiana, Elías II. Posteriormente, esteve no Azerbaijão. Na capital, Baku, se reuniu com o líder desse país, Ilham Aliyev, e com o líder dos muçulmanos do Cáucaso, o xeque Allahshukur Pashazadeh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos