Trump celebra reabertura de investigação sobre servidor de e-mails de Hillary

Washington

  • Carlo Allegri/Reuters

    O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, aparece em evento de campanha em Manchester, New Hampshire (EUA)

    O candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, aparece em evento de campanha em Manchester, New Hampshire (EUA)

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, comemorou nesta sexta-feira (28) a reabertura da investigação pelo FBI sobre o uso de um servidor privado de e-mail por sua adversária, Hillary Clinton.

"É um grande anúncio. Talvez, finalmente, se faça justiça", disse Trump em um evento de campanha em Manchester, no estado de New Hampshire, sobre a investigação de Hillary enquanto a ex-primeira-dama era secretária de Estado (2009-2013), entre os gritos frequentes de "prendam-na" dos presentes.

Trump se disse "orgulhoso" de o FBI ter tido a "coragem" de reabrir a investigação e reiterou ser importante evitar que Hillary "leve seu esquema criminoso para a Casa Branca".

"Dito isso, o resto do meu discurso vai ser tão chato", brincou Trump depois de anunciar a notícia durante o comício.

A decisão do FBI, anunciada pelo diretor do órgão, James Comey, em carta enviada ao Congresso, ocorre faltando menos de duas semanas para as eleições presidenciais de 8 de novembro.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos