Hungria dará vistos gratuitos a cidadãos ucranianos

Budapeste, 24 nov (EFE).- O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, anunciou nesta quinta-feira, depois de uma reunião com o primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groysman, que concederá aos cidadãos da Ucrânia vistos gratuitos de longa duração válidos para a Hungria.

Segundo Orbán, "a União Europeia (UE) bloqueia a isenção de vistos para a Ucrânia", enquanto, para a Hungria, este tema é um "assunto moral".

"A Ucrânia quer se integrar ao mundo ocidental", afirmou Orbán, em entrevista coletiva, quando revelou ter pedido a Groysman que a Ucrânia analise a possibilidade de que húngaros que trabalham no país vizinho também conquistem vantagens.

Segundo disse, a Hungria oferecerá este ano 6,4 milhões de euros em ajudas à Ucrânia, um valor que subirá no ano que vem para 16 milhões de euros.

Groysman, por sua vez, garantiu que "a medida anunciada por Orbán será muito valorizada na Ucrânia".

A isenção de vistos para cidadãos ucranianos é um tema que o governo de Orbán já propôs várias vezes na UE.

Hoje acontece em Bruxelas uma cúpula da UE com a Ucrânia, com a participação do presidente ucraniano, Petro Poroshenko. No encontro serão tratados assuntos relacionados à energia, segurança e economia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos