Akihito agradece que país atenda seu desejo de abdicar

Tóquio, 23 dez (EFE).- O imperador do Japão, Akihito, agradeceu ao povo japonês por ocasião de seu 83º aniversário, comemorado hoje, o fato de ter levado em conta seu desejo de abdicar do trono, algo que comunicou à nação no semestre passado.

No marco da tradicional entrevista coletiva prévia a seu aniversário, o monarca lembrou a mensagem em vídeo transmitida em agosto pela televisão nacional no qual expressou seu desejo de deixar, por causa de sua idade e de sua delicada saúde, o cargo em favor de seu filho Naruhito.

"Estou profundamente agradecido pelo fato de que tanta gente tenha dado atenção a minhas palavras e esteja refletindo profundamente sobre o assunto", explicou Akihito na convocação.

Já que a Constituição japonesa não traz a hipótese de abdicação, o governo estabeleceu um comitê para redigir uma legislação especial que permita ao chefe de Estado passar seus poderes em 2018.

Segundo as pesquisas, quase 90% dos japoneses apoia a ideia de que Akihito possa abdicar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos