Bolívia anuncia que PIB crescerá ao menos 4,2% em 2016

La Paz, 30 dez (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) da Bolívia crescerá neste ano pelo menos 4,2%, o que seria o maior aumento neste indicador em toda a América do Sul, afirmou nesta sexta-feira o ministro da Economia e Finanças Públicas, Luis Arce.

O ministro declarou à rede de televisão estatal que "a Bolívia goza de boa saúde em matéria econômica" e 2016 será o terceiro ano consecutivo de crescimento mais alto entre os países sul-americanos.

Arce ratificou sua confiança de que a Bolívia crescerá apesar dos problemas do preço baixo dos hidrocarbonetos, dos efeitos da seca e do contexto de dificuldades econômicas nas nações da região.

Além disso, a Bolívia também fechará o ano com um déficit em sua balança comercial devido a uma diminuição das exportações, mas isso não incidirá nas previsões sobre o PIB, segundo Arce.

"Estávamos preparados para enfrentar esta crise e felizmente a crise não chegou ao bolso, ao estômago dos bolivianos. Cuidamos de tudo neste ano para que seja assim", alegou o ministro.

Arce reiterou que os órgãos internacionais "sempre" subestimaram o potencial da Bolívia em suas previsões, mas neste ano a nação voltará a liderar o aumento do PIB na América do Sul e em 2017 também terá um desempenho positivo.

A Comissão Econômica Para a América Latina e o Caribe (Cepal) projetou que a economia boliviana crescerá 4% neste ano, enquanto o Fundo Monetário Internacional prevê alta de 3,7%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos