Itália coordena resgate de 2.460 imigrantes no mar em apenas 3 dias

Roma, 23 fev (EFE).- A guarda costeira da Itália informou nesta quinta-feira que, nas últimas horas, coordenou o resgate de aproximadamente 1.100 pessoas no Mar Mediterrâneo, um número que se soma aos 1.360 socorridos nos últimos dois dias.

Em comunicado, a guarda costeira italiana explicou que os resgatados estavam a bordo de oito lanchas pneumáticas e de uma pequena embarcação, e foram auxiliados em nove operações coordenadas pela central operacional da entidade em Roma, que é vinculada ao Ministério de Infraestrutura e Transportes da Itália.

Participaram dos resgates embarcações da guarda costeira italiana, o navio britânico ECHO, que opera no dispositivo europeu EunavforMed, o norueguês Siem Pilot, que presta serviço na operação europeia Frontex, a embarcação da ONG Golfo Azzurro e um navio mercante.

Ontem, a guarda costeira italiana informou que tinha coordenado o resgate de 730 pessoas e, no dia anterior, de 630.

A Itália, por sua proximidade geográfica com a África, é frequentemente vista por imigrantes e refugiados como porta de entrada à Europa.

Nos últimos dias, as tentativas de chegar à Europa através da Itália aumentaram, apesar do frio do inverno no hemisfério norte e da complicada situação do mar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos