Laptop e arquivos pessoais do candidato francês François Fillon são roubados

Paris, 20 abr (EFE).- O candidato conservador à presidência da França, François Fillon, foi vítima nesta semana do roubo de um laptop e de um pen-drive com arquivos pessoais, mas sem conteúdo sensível, informou nesta quinta-feira a imprensa francesa.

O roubo aconteceu na última terça-feira em Lille, no momento em que o ex-premiê participava de seus últimos comícios de campanha.

Um ou vários indivíduos, segundo o jornal "Le Parisien", forçaram a porta do carro alugado que tinha levado o candidato até o local do comício, e também furtaram munição e dois braceletes de identificação da polícia.

O responsável pela segurança e outra pessoa do entorno de Fillon estavam fazendo um pedido em um restaurante próximo no momento do furto.

O computador foi "inutilizado a distância" e o pen-drive não continha informação sensível, apenas fotos pessoais, conforme sua equipe contou ao "Le Parisien", que acrescentou que uma denúncia foi apresentada à polícia.

A publicação "Le Point" acrescentou hoje em seu site que esta não é a primeira vez em que um candidato é roubado na atual campanha presidencial.

O veículo encarregado da segurança do sócio-liberal Emmanuel Macron foi saqueado na última segunda-feira e, em janeiro, roubaram o candidato independente Jean Lassalle enquanto ele descansava dentro de seu carro.

A segurança dos candidatos foi reforçada desde que ameaças foram direcionadas a eles na semana passada e duas pessoas foram detidas nesta terça-feira em Marselha, no sudeste do país, que, segundo a promotoria, preparavam um atentado "iminente" na véspera das eleições, que acontecem nos dias 23 de abril (primeiro turno) e 7 de maio (segundo turno).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos