Trump afirma que "Venezuela é um desastre" após decisão de deixar OEA

Washington, 27 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira que "a Venezuela é um desastre", em reação ao anúncio de Caracas de que se retirará da Organização dos Estados Americanos (OEA).

"A Venezuela é um desastre, a Venezuela é um desastre", disse Trump ao ser perguntado pela decisão do governo venezuelano no início de sua reunião na Casa Branca com o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Trump reforçou que a situação de Venezuela é "muito triste" e disse que se verá "o que acontece" a partir de agora, sem entrar em detalhes sobre o anúncio relativo à OEA.

O governante americano criticou a situação na Venezuela várias vezes durante seu breve mandato, em particular durante suas conversas com presidentes da região, como o do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, e o da Colômbia, Juan Manuel Santos.

O governo da Venezuela anunciou nesta quarta-feira que iniciará hoje o processo para retirar-se da OEA, depois que esse organismo decidiu convocar uma reunião de chanceleres sobre a crise política venezuelana apesar da oposição frontal de Caracas a essa sessão.

A chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, antecipou ontem que seu país não participará "de nenhuma atividade, de nenhum evento onde se pretenda posicionar o intervencionismo e a ingerência deste grupo de países que só buscam perturbar a estabilidade e a paz".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos