Apuração parcial indica vitória de Matteo Renzi nas primárias de seu partido

Roma, 30 abr (EFE).- A apuração dos votos depositados neste domingo nas eleições primárias para a secretaria geral do Partido Democrata (PD) da Itália indica uma vitória do ex-primeiro-ministro do país, Matteo Renzi, duas horas depois do encerramento oficial da votação.

"Uma responsabilidade extraordinária! Obrigado de coração a esta comunidade de mulheres e homens que acreditam na Itália. Adiante, juntos", escreveu Renzi depois das 22h (horário local, 17h de Brasília) em seu perfil no Instagram, sem oferecer, no entanto, um dado concreto sobre a vitória que sugeriu.

Os dados parciais procedentes de algumas representações regionais do PD, como as de Emilia-Romaña (norte) e Palermo (Sicília, sul), apontam que Renzi poderia superar 70% dos votos, embora a direção do partido em Roma ainda não tenha divulgado seus resultados.

O ministro de Cultura, Dario Franceschini, declarou no Twitter que Renzi conseguiu um "grandíssimo resultado" e acrescentou: "Agora todos juntos podemos voltar a começar".

O próprio Renzi se encontra na sede do PD na capital italiana e se espera que em algum momento faça declarações aos meios de comunicação que esperam os resultados das primárias nesse local.

Os outros candidatos que competiram nestas eleições primárias são o ministro de Justiça, Andrea Orlando, e o governador da região de Apulia, Michele Emiliano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos