Maduro afirma que papa fez "seu melhor esforço" por diálogo na Venezuela

Caracas, 30 abr (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste domingo que o papa Francisco "entregou seu melhor esforço" para que aconteça o diálogo político em seu país e expressou seu respeito às declarações de ontem do pontífice sobre este mecanismo.

"Ontem (membros da oposição) criticaram o papa Francisco e eu respeito as expressões do papa Francisco, eu o respeito", disse Maduro em seu programa transmitido pelo emissora estatal "VTV".

O chefe de Estado venezuelano declarou então que o papa "entregou seu melhor esforço para o diálogo", após apontar que a oposição não quer dialogar e que "fogem apavorados" cada vez que ele convoca conversas.

No sábado, o papa Francisco considerou que uma nova tentativa de facilitação de diálogo político na Venezuela, como na qual participou recentemente o Vaticano, deve acontecer em "condições muito claras".

"Eu acredito que tem que ser em condições muito claras, parte da oposição não quer isto, o que é curioso. a própria oposição está dividida e, por outro lado, parece que os conflitos se aguçam mais, mas há algo em movimento, há algo em movimento", afirmou o pontífice.

Nesse sentido, o duas vezes candidato à presidência da Venezuela e governador do estado de Miranda, Henrique Capriles, criticou a declaração do papa sobre a oposição venezuelana e assegurou que esta não está dividida.

A oposição venezuelana abandonou o diálogo em dezembro do ano passado após garantir que o governo Maduro não cumpriu os acordos alcançados nessas conversas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos