Seul confirma que míssil norte-coreano foi de tipo intercontinental

(Atualiza declarações do ministro da Defesa sul-coreano).

Seul, 5 jul (EFE).- O Ministério da Defesa da Coreia do Sul informou nesta quarta-feira que o projétil lançado ontem pela Coreia do Norte foi um míssil de alcance intercontinental (ICBM), o que representa um grande avanço armamentístico para Pyongyang.

O Ministro da Defesa, Han Min-koo, confirmou pela primeira vez que o míssil disparado pelo regime de Kim Jong-un é um projétil que poderia chegar a solo americano.

A Coreia do Norte disse ontem que tinha testado com sucesso pela primeira vez um ICBM chamado Hwasong-14, algo que Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos não puderam confirmar à espera de analisar todos os dados disponíveis.

A conclusão do Ministério de Defesa sul-coreano é que se trata de um ICBM com capacidade para percorrer entre 7.000 e 8.000 quilômetros e que viria a ser uma melhora do Hwasong-12 de alcance médio, disse hoje à Agência Efe um porta-voz da pasta.

Além disso, os dados analisados não permitem confirmar que o míssil tem capacidade para voltar a entrar na atmosfera terrestre corretamente, um elemento chave para que este tipo de armamento seja ou não efetivo.

Segundo Pyongyang, o Hwasong-14 alcançou 2.802 quilômetros de altura e percorreu 933 quilômetros em 39 minutos até cair em águas do Mar do Japão (chamado de "Mar do Leste" nas duas Coreias).

Han considerou que "ainda não pode concluir que a Coreia do Norte desenvolveu com sucesso um ICBM" ao levar em conta que o lançamento aconteceu a partir de uma plataforma fixa e que a correta reentrada na atmosfera do projétil "ainda não foi confirmada".

Além disso, admitiu que a capacidade de Pyongyang para miniaturizar ogivas nucleares para equipar mísseis atingiu um nível "considerável" e que há "uma alta probabilidade" que o regime realize um novo teste nuclear em breve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos