Rei da Espanha confia no diálogo bilateral para solução sobre Gibraltar

Londres, 12 jul (EFE).- O Rei Felipe VI da Espanha disse nesta quarta-feira aos parlamentares britânicos que confia no diálogo necessário e no esforço dos dois governos para conseguir soluções aceitáveis para todos na disputa sobre Gibraltar, perante a qual ambos os países aumentarão sua determinação para superar as diferenças.

Felipe VI encorajou, além disso, os dois Executivos a continuar trabalhando para que o acordo de saída do Reino Unido da UE garanta a "necessária confiança e certeza" aos centenas de milhares de espanhóis e britânicos residentes nos respectivos países.

O rei ressaltou que governos de Espanha e Reino Unido trabalharão "intensamente" para manter, "e inclusive melhorar", as relações que os países construíram dentro do projeto europeu.

"Devemos pensar especialmente nas centenas de milhares de britânicos e espanhóis residentes nos nossos respectivos países", cidadãos "que aspiram legitimamente a uma vida digna e segura para eles e suas famílias", disse o monarca.

Felipe lembrou que a Espanha e o Reino Unido são duas monarquias parlamentares com "um firme compromisso com a pluralidade e a diversidade", que "enriquecem" suas sociedades, e compartilham igualmente o "respeito à soberania nacional e à legalidade".

Em seguida, destacou os "extraordinários vínculos" que uniram e continuam unindo as Coroas espanhola e britânica, fazendo menções a Leonor de Castela, Catarina de Aragão e o casamento entre Felipe II e a rainha Maria I da Inglaterra, antes de concluir: "É para mim um orgulho ser descendente da Rainha Vitória".

Ao comentar sobre as excelentes "relações bilaterais", o monarca espanhol ressaltou não só o importante papel desempenhado pelas empresas espanholas em diferentes setores do mercado britânico e as oportunidades existentes para elas no setor de infraestruturas, mas também os "intensos intercâmbios" intelectuais, científicos, artísticos, culturais e esportivos.

Sob fortes aplausos dos parlamentares britânicos, Felipe VI encerrou seu discurso lembrando as palavras pronunciadas por seu pai, Juan Carlos, no mesmo lugar há 31 anos, em abril de 1986: "Somos duas nações às quais tudo nos desperta a compreensão, o apoio e o afeto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos