Câmara dos EUA aprova novas sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte

Washington, 25 jul (EFE).- A Câmara de Representantes dos Estados Unidos, de maioria republicana, aprovou nesta terça-feira um projeto de lei para limitar a capacidade do governo de Donald Trump para suspender as sanções impostas à Rússia, e para aumentar as já existentes contra o país, o Irã e a Coreia do Norte.

A votação, com 419 votos favoráveis e apenas três contrários, é um golpe para o governo de Trump, que avaliava a possibilidade de suspender várias das sanções contra o Kremlin.

O novo texto, que será votado nos próximos dias no Senado, imporia sanções à Rússia não só pela interferência nas eleições presidenciais de 2016, que está sendo investigada, mas também pela atividade militar no leste da Ucrânia e pela anexação da península ucraniana da Criméia em 2014.

A lei puniria, além disso, os russos envolvidos em violações de direitos humanos, os responsáveis por ciberataques e os indivíduos que tenham fornecidos armas ao regime do presidente da Síria, Bashar al Assad.

O texto foi acertado na semana passada pelos líderes das duas casas legislativas. Por isso, espera-se que ele também seja aprovado com mais de dois terços dos votos no Senado, um apoio suficientemente amplo para invalidar qualquer veto de Trump.

"Essa forte supervisão é necessária. É apropriada. É o Congresso quem está autorizado pela Constituição para regular o comércio com as nações estrangeiras", disse o presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes, o republicano Ed Royce.

Trump expressou o desejo de melhorar as relações com a Rússia durante a campanha de 2016 e está considerando a possibilidade de restaurar o acesso do Kremlin a duas instalações diplomáticas nos estados de Nova York e Maryland. O governo do ex-presidente Barack Obama confiscou os dois locais como punição pela suposta interferência do país nas eleições americanas.

A Câmara dos Representantes deve iniciar um recesso de verão neste fim de semana, o que significa que o pacote de sanções será o maior projeto legislativo aprovado neste primeiro semestre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos