PUBLICIDADE
Topo

Governo dos EUA avalia futuro de plano de Obama para jovens sem documentos

25/08/2017 14h56

Washington, 25 ago (EFE).- O Governo dos Estados Unidos está avaliando o futuro de um programa migratório proclamado pelo ex-presidente Barack Obama e destinado a proteger da deportação milhares de jovens sem documentos, segundo disse nesta sexta-feira à Agência Efe o porta-voz do Departamento de Segurança Nacional.

Esse porta-voz explicou que "revisão" do programa de Ação Diferida para os Chegados na Infância (DACA) continua, mas que "não tem nenhuma decisão a respeito".

Durante a campanha eleitoral de 2016, o presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu acabar com esse plano, ainda que posteriormente reconheceu que esse "é um dos temas mais difíceis" que enfrenta em sua presidência e assegurou que irá encarar o mesmo "com coração", sem dar mais detalhes.

Nas últimas horas, a imprensa local informou que altos cargos do Governo, como a secretária em funções do Departamento de Segurança Nacional, Elaine Duke, mantiveram reuniões para debater sobre o futuro da DACA e que o próprio Trump está mais pendente em acabar com esse programa.

A emissora "ABC" assegurou que a decisão sobre DACA poderia ser anunciada "logo na próxima semana".

Trump poderia acabar com a DACA em qualquer momento com uma ordem executiva, o mesmo mecanismo que Obama usou para promulgar o plano em 2012 e que tem caráter temporário, pois o Congresso é o único que tem capacidade para aprovar uma lei e mudar o sistema migratório os Estados Unidos.

Se Trump decidir acabar com a DACA, uma das grandes incógnitas é se o Governo ordenará a deportação dos 800 mil jovens sem documentos que, graças ao programa, puderam frear sua expulsão, obter uma licença para dirigir e uma licença de trabalho temporária.