Líder do parlamento catalão garante que Puigdemont não irá ao Senado espanhol

Barcelona (Espanha), 25 out (EFE).- O presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, não irá ao Senado da Espanha para defender suas alegações contra as medidas do governo central para impedir a secessão dessa comunidade autônoma, segundo garantiu nesta quarta-feira a presidenta do parlamento local, Carme Forcadell.

Forcadell informou assim os grupos políticos na câmara regional, pouco depois que diversas fontes soberanistas indicaram que a decisão de Puigdemont de comparecer amanhã ao Senado espanhol já estava tomada.

O parlamento regional catalão pretendia realizar na manhã da quinta-feira um plenário sobre as medidas contidas no artigo 155 da Constituição espanhola e que o governo de Madri está disposto a aplicar, mas passou essa sessão para a parte da tarde, para quando está prevista a presença de Puigdemont no Senado espanhol.

O Senado espanhol ofereceu ontem ao chefe do Executivo catalão a oportunidade de debater com o governo central antes de ratificar essas medidas na próxima sexta-feira.

O artigo 155 da Constituição espanhola permite que o Executivo central, com a autorização do Senado, assuma o exercício das competências de autogoverno de uma região autônoma quando seus governantes descumprirem as leis.

O presidente regional da Catalunha está dividido entre uma resposta na qual declararia de maneira unilateral a independência da Catalunha e outra na qual convocaria eleições autônomas antecipadas segundo a lei antes de ser destituído.

Fontes soberanistas afirmaram hoje que as propostas derivadas do plenário desta quinta-feira no parlamento regional serão votadas no dia seguinte.

A organização independentista Assembleia Nacional Catalã (ANC), cujo líder, Jordi Sánchez, está em prisão preventiva por crime de insurreição, convocou para o dia da votação no parlamento regional uma manifestação "para defender a república" catalã, diante da possibilidade de o plenário aprovar uma declaração unilateral de independência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos