Juncker afirma que respeita decisões da Espanha na crise com a Catalunha

Kourou (França), 27 out (EFE).- O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, afirmou nesta sexta-feira que respeita as decisões que serão tomadas pelo governo da Espanha contra a declaração unilateral de independência por parte da Catalunha.

"É um processo no Estado espanhol e respeito todas as decisões que o governo tomar", disse Juncker à Agência Efe, criticando também qualquer separatismo, durante uma visita à base aeroespacial europeia de Kourou, na Guiana Francesa.

O presidente CE disse que são decisões que precisam ser tomadas pela Espanha e que a Europa, a União Europeia, a CE e outros órgãos não devem se envolver nesse processo.

"Não vi nem a declaração (do presidente do governo da Espanha, Mariano) Rajoy, nem a declaração do presidente (regional da Catalunha, Carles) Puigdemont. Portanto, devo lê-los antes de reagir", explicou Juncker.

Para o presidente da CE, o parlamento regional da Catalunha fez uma escolha e o governo de Rajoy outra. "Não devemos nos meter nesse debate espanhol. Mas eu não gostaria que amanhã a União Europeia fosse composta de 95 países", afirmou Jucker.

"É preciso evitar fissuras porque já temos muitas na União Europeia", completou o presidente da CE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos