Rússia reitera que situação da Catalunha é assunto interno da Espanha

Moscou, 27 out (EFE).- A Rússia afirmou nesta sexta-feira, após a declaração de independência da Catalunha, que sua posição com relação à situação "não mudou" e "continua sendo a mesma", a de que considera isto um assunto interno espanhol.

"A nossa posição sobre este tema é consistente e não mudou. Já a tornamos pública várias vezes no site do Ministério das Relações Exteriores", disse a porta-voz deste departamento, Maria Zakharova, em Buenos Aires, onde realiza uma visita de trabalho.

Esta é a primeira reação de alto nível de Moscou desde que a declaração de independência foi aprovada hoje pelo parlamento catalão, já que o Kremlin ainda não se pronunciou oficialmente.

Zakharova lembrou que Moscou se pronunciou sobre o desafio separatista da Catalunha "antes do referendo (de 1º de outubro), imediatamente depois do referendo, e em reiteradas ocasiões, todas as vezes em que medidas foram tomadas por parte de Madri e das autoridades regionais".

Nas últimas semanas, os dirigentes russos insistiram que o conflito catalão é um "assunto interno" da Espanha e expressaram sua confiança de que o mesmo será resolvido dentro da legislação espanhola.

No dia 19 de outubro, o presidente russo Vladimir Putin disse que o desafio catalão se tratava de um assunto interno da Espanha, mas também criticou os "dois pesos e duas medidas" dos países do Ocidente por apoiarem a "desintegração" de outros Estados, e citou especialmente o caso de Kosovo, mas poupou a Espanha, que não reconheceu a independência do território da Sérvia.

"É certo que, para alguns de nossos colegas, há bons lutadores pela liberdade e há separatistas que não podem defender seus direitos, nem com a ajuda de mecanismos democráticos", disse Putin.

O parlamento regional da Catalunha aprovou hoje uma resolução em favor da independência da comunidade autônoma, mas que já foi rejeitada por EUA, Otan e os principais países do Ocidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos