PUBLICIDADE
Topo

Homem que abusou de duas meninas é condenado a 1 mil anos de prisão nos EUA

29/11/2017 06h16

Austin (EUA), 29 nov (EFE).- Um homem de San Marcos (Texas), nos Estados Unidos, foi condenado na última segunda-feira a mais de 1 mil anos de prisão depois de ser declarado culpado de abusar de maneira contínua de duas meninas menores de 10 anos, segundo informações da imprensa local.

Um júri do Condado de Hays (Texas) condenou Robert Franks, de 48 anos, a duas cadeias perpétuas por cada um das duas acusações de abuso sexual contínuo de um menor; 99 anos por cada um das nove acusações de agressão sexual agravada contra um menor e 20 anos por cada um das seis acusações de indecência com uma criança.

No total, o texano foi condenado a duas cadeias perpétuas, mais 1.011 anos em prisão e, além disso, terá que pagar multa de US$ 93 mil, de acordo com documentos judiciais que a emissora de TV local "KXAN" teve acesso.

Franks foi preso em junho do ano passado quando uma das vítimas, uma menina de 9 anos, disse ao seu pai que ele estava fazendo "coisas repugnantes" a ela e a outra menina, de 10, informou o jornal "San Antonio Express-News".

A outra menor inicialmente tinha negado ter sido abusada, mas depois afirmou para as autoridades que o homem a tinha agredido durante anos.

Segundo os documentos judiciais, os abusos ocorreram de forma sistemática entre três e quatro vezes por semana durante pelo menos meia década, desde que as meninas tinham entre 4 e 5 anos de idade.

"As palavras não expressam realmente a profundidade da traição e indignação justificada por uma conduta como esta, cometida por um homem que deveria estar cuidando e protegendo essas crianças", disse o promotor do distrito do condado de Hays, Wes Mau.