Xi mostra a Obama desejo de impulsionar e fortalecer relação com EUA

Pequim, 30 nov (EFE).- O presidente da China, Xi Jinping, expressou ao ex-presidente americano Barack Obama o seu desejo de impulsionar e fortalecer as relações bilaterais entre a China e os Estados Unidos durante um encontro que os dois mantiveram ontem em Pequim, informou a imprensa chinesa nesta quinta-feira.

"Um desenvolvimento a longo prazo, estável e saudável das relações bilaterais encaixa com os interesses de ambas as nações e do mundo. A China está pronta para trabalhar com os Estados Unidos, fortalecer a comunicação, as trocas e a cooperação, com o objetivo de impulsionar um novo desenvolvimento das relações bilaterais", afirmou Xi, conforme declarações divulgadas pela agência de notícias "Xinhua".

O líder chinês destacou a "grande responsabilidade" que ambas as nações têm na consecução da paz e na estabilidade mundial, assim como no impulso do desenvolvimento e a prosperidade global.

Xi aproveitou a ocasião para agradecer a Obama os "esforços" feitos durante sua presidência para alavancar as relações entre as duas principais potências do mundo.

O ex-presidente americano, que governou de 2009 a 2017, afirmou que o desenvolvimento "construtivo" das relações entre os dois países "está de acordo com os interesses dos dois povos". Obama elogiou os conquistas conseguidas até agora pela segunda maior economia mundial e disse que quer poder seguir desempenhando "um papel positivo" a favor do entendimento mútuo.

Após a passagem por Xangai, onde participou do congresso mundial "Global Alliance of SMEs" (GASME), e por Pequim, Obama se reunirá com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, na última parada da sua viagem pela Ásia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos