Alemanha diz que governo catalão deverá respeitar Constituição da Espanha

Berlim, 22 dez (EFE).- A Alemanha disse nesta sexta-feira que o futuro governo da Catalunha deverá responder as leis da Espanha e ressaltou a necessidade de que todos os lados envolvidos na situação trabalhem pela reconciliação e evitem uma escalada da crise.

"As eleições regionais foram consequência do desenvolvimento político anterior e, antes de tudo, da declaração unilateral de independência", indicou a vice-porta-voz do governo, Ulrike Demmer.

"Os resultados dão outra vez maioria aos separatistas e agora os deputados deverão formar um governo. Em todo o caso, o futuro governo terá que atuar de acordo com a legalidade e a constituição espanhola", completou a porta-voz.

Demmer não quis fazer uma avaliação do resultado das eleições regionais realizadas ontem na Catalunha e reiterou a posição da Alemanha de que o conflito catalão é uma questão interna da Espanha e deve ser resolvida seguindo a Constituição do país.

"A reconciliação é de interesse de todos os espanhóis. Esperamos que todos os atores trabalhem nessa direção e procurem evitar uma escala", disse Demmer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos