PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump assina sua prometida e ambiciosa reforma tributária

22/12/2017 15h01

Washington, 22 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou finalmente nesta sexta-feira a ambiciosa reforma tributária que inclui notáveis cortes de impostos para empresas e trabalhadores, considerada o grande triunfo legislativo de seu primeiro ano de mandato.

Em um ato na Casa Branca, antes de partir para suas férias natalinas na Flórida, o presidente americano selou a proposta legislativa aprovada nesta semana no Congresso com o apoio da maioria republicana na Câmara e no Senado, depois de semanas de intensas negociações.

Trump afirmou sentir-se "muito honrado" com a aprovação desta reforma tributária, que qualificou de novo como "a maior da história" dos EUA.

A norma implica, entre outros aspectos, no rebaixamento do imposto pago pelas empresas de 35% a 21%, e em menor medida para os trabalhadores.

"É uma lei para criar empregos (...) As empresas vão ficar literalmente loucas", afirmou Trump aos jornalistas, para depois explicar que ratificou a norma antes de partir de férias para cumprir com sua promessa de assiná-la antes do Natal.

Os cortes de impostos aprovados deverão somar US$ 1,5 bilhão à dívida pública, que atualmente já supera US$ 20 bilhões, nos próximos dez anos, segundo dados do Escritório Orçamental do Congresso (CBO), algo que o governante considera que se equilibrará com o impulso gerado na economia.

Trump começa hoje suas férias de Natal, que passará em sua residência privada de Mar-a-Lago, na Flórida, batizada como a Casa Branca de Inverno, junto com sua esposa Melania e seus filhos, antes de retornar a Washington no início de 2018.

Internacional