Bebida que causou 7 mortes em R.Dominicana continha metanol

Santo Domingo, 23 dez (EFE).- O Governo da República Dominicana confirmou neste sábado que a bebida que causou sete mortes no município de Pedro Santana, no sudoeste do país e fronteira com o Haiti, continha metanol, uma substância altamente tóxica.

Em comunicado, o Ministério da Saúde dominicano confirmou que a bebida, conhecida como cleren, causou sete mortes no país e outras quatro no Haiti.

"Em resposta a tal situação, tão em breve recebamos o primeiro relatório, o Ministério designou uma Equipe de Resposta Rápida (ERR) a qual foi para o local para aplicar as medidas corretivas e prever a ocorrência de outras intoxicações", diz a nota.

Há outros 12 casos de intoxicação que foram identificados através da procura ativa comunitária e em centros de saúde realizada pela equipe de resposta.

As mostras recolhidas da bebida foram enviadas ao laboratório especializado da Direção Geral de Alfândegas, onde se detectou que continha metanol.

A investigação também descobriu que na fabricação do cleren se utilizou um pó branco, cuja origem e composição não foram identificados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos