Comissão da Verdade venezuelana recomenda libertar 80 detidos em protestos

Caracas, 23 dez (EFE).- A Comissão da Verdade da Venezuela, criada pela Assembleia Nacional Constituinte, anunciou neste sábado que recomendou a libertação de mais 80 pessoas detidas por episódios de violência durante os protestos ocorridos no país.

"Demos a recomendação de beneficiar mais 80 pessoas, recomendações que já foram informados aos diferentes órgãos do sistema de justiça penal, assim como o relatório encaminhado ao presidente da República", disse à imprensa a líder da Constituinte, Delcy Rodríguez, que também preside a chamada Comissão da Verdade.

A presidente da Constituinte, órgão formado exclusivamente por chavistas, afirmou esperar que a aplicação destas medidas ocorra "nas próximas horas".

A ex-chanceler declarou que é contemplado o "trabalho comunitário para as pessoas que já foram condenadas", uma fórmula de "compensação principalmente para a vítima, seja ela uma pessoa ou a sociedade em geral".

"O eixo central é a reparação à vítima, é o reconhecimento à vítima e que o país saiba exatamente a verdade dos fatos com fins políticos que aconteceram nos anos de 2014 e 2017", sustentou.

Em 2014 e em meados deste ano a Venezuela passou por uma onda de protestos contra o governo que deixaram mais de 150 mortos, principalmente entre simpatizantes da oposição, centenas de detidos e milhões de dólares em prejuízos.

Um dos detidos pelos protestos de 2014 foi o líder do Vontade Popular, Leopoldo López, que em 2015 foi condenado a quase 14 anos de prisão como responsável dos distúrbios ocorridos ao término de uma das passeatas contra o governo, nas quais morreram três pessoas.

López, que após ser detido foi enviado à penitenciária de Ramo Verde, nos arredores de Caracas, passou para a prisão domiciliar no início do segundo semestre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos