Secretário-geral da ONU repudia atentado no Afeganistão

Nações Unidas, 28 dez (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, repudiou nesta quinta-feira o "indiscriminado" ataque contra um centro cultural em Cabul, uma agência de notícias e uma escola corânica, que deixou 41 mortos e 84 feridos.

Guterres expressou profundas condolências aos parentes das vítimas e desejou uma rápida recuperação aos feridos - cinco deles em estado crítico -, assim como a sua solidariedade ao governo do Afeganistão, afirma um comunicado de imprensa de seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

O grupo jihadista Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado ao centro cultural, que abriga também uma escola corânica, uma mesquita e os escritórios da agência de notícias afegã Sada-e-Afghan (A Voz Afegã). A maioria das vítimas eram jovens estudantes e universitários, segundo o Ministério de Interior.

O comunicado também indica que o secretário-geral da ONU acredita firmemente que o processo de paz é o único caminho para assegurar a estabilidade no Afeganistão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos