Democratas fazem acordo e votarão para acabar com paralisação do governo

Washington, 22 jan (EFE).- O líder da minoria democrata do Senado dos Estados Unidos, Chuck Schumer, afirmou nesta segunda-feira que o partido votará um orçamento provisório para o governo federal até o dia 8 de fevereiro, encerrando assim a paralisação temporária do Executivo que está em vigor desde a meia-noite de sexta-feira.

"Em algumas horas, o governo federal voltará a funcionar. Mas a liderança republicana tem 17 dias para encontrar uma solução para os 'sonhadores'", indicou Schumer no plenário do Senado.

O líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, prometeu hoje iniciar o debate sobre imigração se os democratas aprovassem o projeto do orçamento.

O programa para impedir a deportação dos jovens imigrantes conhecidos como "sonhadores" termina em março.

Os democratas impediram na sexta-feira a aprovação do orçamento para financiar o governo porque não chegaram a um acordo com os republicanos e o presidente do país, Donald Trump, para regularizar a situação dos cerca de 800 mil "sonhadores" que vivem nos EUA.

Os republicanos, por sua vez, exigem que os democratas incluam no orçamento recursos para a construção de um muro na fronteira com o México, uma das polêmicas promessas de campanha de Trump.

Os democratas também exigem que o orçamento aborde assuntos críticos para o partido, como a crise de opióides que castiga o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos