Descarrilamento de trem em Milão deixa 3 mortos e mais de 100 feridos

(Atualiza o número de mortos e mais detalhes)

Roma, 25 jan (EFE).- Três pessoas morreram nesta quinta-feira e mais de cem ficaram feridas, dez em estado crítico, depois que um trem descarrilou na sua chegada à cidade de Milão, na Itália, confirmaram à Agência Efe fontes do Governo regional.

Uma porta-voz da Secretaria de Sanidade da Lombardia informou sobre a descoberta de um terceiro corpo no trem, uma vítima que se soma às outras duas já confirmadas pelo Ente Regional de Emergência e Urgência (AREU, em italiano) da região da Lombardia.

Dez dos feridos estão em estado crítico, outros dez em estado grave mas sem risco de morte e ao redor de cem com apenas escoriações, confirmou à Efe a porta-voz do AREU, Cristina Corbetta, que destacou que estes são dados provisórios.

Os feridos estão sendo levados a diversos hospitais da capital lombarda, principalmente para o San Raffaele.

Dentro dos vagões ainda há várias pessoas que são socorridas pelas equipes de emergência e bombeiros que se deslocaram imediatamente para a região, com ambulâncias e helicópteros.

Dois dos oito vagões do trem ficaram atravessados nas vias, segundo se pode ver nas imagens divulgadas pelos bombeiros.

Nas mesmas pode se ver como as equipes de emergência entram nos vagões destroçados e trabalham para extrair dentre os assentos as pessoas que permanecem presas e que gritam pedindo ajuda.

O trem da companhia "Trenord", que partiu da cidade de Cremona, descarrilou entre os municípios de Pioltello e Segrate, ambos em Milão, em torno de 7h (horário local, 4h de Brasília) e transporta, principalmente, trabalhadores que se deslocam para Milão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos