Oprah põe fim a especulações e descarta candidatura à presidência dos EUA

Washington, 25 jan (EFE).- A apresentadora de televisão Oprah Winfrey pôs fim às especulações e descartou se candidatar às eleições presidenciais dos Estados Unidos de 2020, segundo uma entrevista publicada nesta quinta-feira na revista de moda "In Style".

"Sempre me senti muito segura de mim mesma e soube o que podia e o que não podia fazer. Isto não é algo que me interesse. Não tenho o DNA para isso", declarou Oprah ao ser perguntada sobre sua possível candidatura à presidência pelo Partido Democrata.

Os rumores dispararam após o emotivo discurso que a apresentadora fez no último dia 7 de janeiro na cerimônia do Globo de Ouro, em que criticou o assédio sexual contra mulheres em meio à onda de denúncias em Hollywood contra poderosas e influentes figuras, como o produtor Harvey Weinstein.

No entanto, as palavras de Oprah, de 63 anos, tiveram ressonância além do âmbito cinematográfico e seus comentários foram interpretados como uma declaração de intenções políticas.

"Um novo dia surge no horizonte", destacou a apresentadora em seu discurso de agradecimento após receber o prêmio honorário Cecil B. DeMille.

Após suas palavras, Meryl Streep afirmou que Oprah tinha lançado "um míssil" durante a cerimônia. "Quero que ela se candidate a presidente (...). Não acredito que ela tivesse nenhuma intenção. Mas agora não tem opção", disse a atriz.

De fato, a emissora "CNN" chegou a assegurar que Oprah estava "analisando de maneira ativa" lançar a sua candidatura pelo Partido Democrata.

Com as declarações de hoje, a estrela televisiva finalmente pôs fim às especulações sobre esta questão, tão comentada nas últimas semanas nos meios de comunicação americanos.

Até o presidente americano, Donald Trump, afirmou semanas atrás que não achava que a apresentadora seria candidata presidencial, mas garantiu que, se isso acontecesse, ele ganharia a disputa sem problemas.

"Sim, ganharei de Oprah. (Competir contra) Oprah seria muito divertido. Eu a conheço muito bem, apareci em um dos seus programas. Teve Donald Trump (como convidado)", afirmou Trump aos jornalistas durante um encontro com legisladores na Casa Branca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos