PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Votação é encerrada no Paraguai, que elege hoje um novo presidente

22/04/2018 18h00

Assunção, 22 abr (EFE).- As seções eleitorais fecharam neste domingo no Paraguai após um dia de votação que correu com total normalidade e no qual os paraguaios elegerão seu novo presidente e os integrantes do Congresso, dando início à apuração de votos por parte da Justiça Eleitoral do país.

As 1.081 seções eleitorais no país foram fechadas às 16h locais (17h em Brasília) após nove horas de atividade eleitoral.

No entanto, no exato momento do fechamento das seções eleitorais ainda faltavam votar cerca de 70 mil pessoas, entre integrantes das mesas eleitorais de todo o país e representantes dos diferentes partidos e movimentos, informou o Tribunal Superior de Justiça Eleitoral (TSJE).

Tanto o TSJE como as missões de observação internacional enviadas ao país afirmaram que o processo foi tranquilo, sem incidentes de destaque e com uma ótima organização eleitoral.

O TSJE estimou a participação eleitoral em 67,5%, de um total de 4.241.507 eleitores que estavam habilitados a votar.

Os dois candidatos com mais possibilidades de assumir a presidência são o governista Mario Abdo Benítez e o liberal Efraín Alegre.

Abdo Benítez é o candidato do governante Partido Colorado e Alegre lidera uma aliança opositora integrada por seu partido, o Liberal, e pelo movimento de esquerda Frente Guasu.

Outros oito candidatos concorrem à presidência, mas sem chances de vitória, de acordo com as pesquisas.

Nas eleições, que tem apenas um turno, também está em jogo a composição do Congresso - Senado e Câmara dos Deputados - e os governos dos 17 departamentos, além das cadeiras no Parlasur (Parlamento do Mercosul).

O TSJE oferecerá os resultados preliminares dos candidatos à presidência e dos governadores dos departamentos cerca de cinco horas depois do fechamento das seções eleitorais, enquanto que os relativos ao Congresso serão conhecidos uma semana depois.

Internacional