Cúpula de presidentes do Mercosul será na metade de junho no Paraguai

Assunção, 27 abr (EFE).- O chanceler do Paraguai, Eladio Loizaga, anunciou nesta sexta-feira à imprensa que a cúpula semestral do Mercosul, na qual seu país repassará a presidência temporária do bloco ao Uruguai, será realizada em Assunção em meados de junho.

"Geralmente é o último mês do semestre, e estamos pensando na metade do mês de junho, mas ainda tenho que consultar para poder concordar a data exata", afirmou Loizaga.

A chancelaria paraguaia perguntará aos demais países-membros sobre a disponibilidade dos outros presidentes para começar a organização do encontro.

"Sempre há os compromissos dos chefes de Estado e temos que buscar essa coincidência", lembrou o chanceler.

A cúpula porá fim à presidência temporária do Paraguai, que começou em janeiro após o período em que o bloco foi conduzido pelo Brasil.

Nesta ocasião, o Paraguai cederá a presidência ao Uruguai, que se manterá no cargo durante o segundo semestre de 2018.

Esta será a última cúpula de Loizaga como chanceler e de Horacio Cartes como presidente do Paraguai, já que ambos sairão do governo em agosto, quando assumirá o novo Executivo surgido das eleições gerais do último dia 22 de abril.

A partir de 15 de agosto, o conservador Mario Abdo Benítez, do Partido Colorado, assumirá seu cargo como chefe de Estado, enquanto o senador Luis Alberto Castiglioni será nomeado sucessor de Loizaga à frente da chancelaria paraguaia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos