PUBLICIDADE
Topo

Internacional

ONU comemora fechamento de base norte-coreana e critica falta de testemunhas

24/05/2018 12h37

Nações Unidas, 24 mai (EFE).- A ONU comemorou nesta quinta-feira o fechamento do centro de testes nucleares de Punggye-ri, na Coreia do Norte, mas lamentou que analistas internacionais não tenham sido convidados para presenciar o ato.

Através de um porta-voz, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse acreditar que a medida "contribuirá para os atuais esforços em prol de uma paz sustentada e uma desnuclearização verificável da península da Coreia".

Embora tenha expressado satisfação pelo fechamento da base, Guterres considerou "infeliz" que entre os convidados não tivesse analistas internacionais.

A Organização para a Proibição Total de Testes Nucleares (CTBTO), órgão da ONU com sede em Viena, não pôde detectar até agora o sinal sísmico da explosão que destruiu os túneis do centro de provas atômicas norte-coreano.

"A revisão automática inicial dos dados sísmicos não detectou as explosões informadas pelos veículos de imprensa no centro de testes nucleares de Punggye-ri. A CTBTO está fazendo uma análise detalhada para tentar identificar sinais extremamente pequenos que podem estar ocultos", informou em mensagem no Twitter o secretário-executivo da CTBTO, Lassina Zerbo.

A Coreia do Norte destruiu nesta quinta-feira os túneis do centro de testes atômicas diante de um grupo de jornalistas estrangeiros, em um gesto destinado a mostrar o compromisso com a desnuclearização.

Pyongyang anunciou que desmantelaria a base após a reunião realizada no dia 27 de abril com a Coreia do Sul e em meio a contatos com os Estados Unidos sobre realização de uma cúpula prevista para o mês de junho, que foi cancelada nesta quinta-feira.

Internacional