Ciudadanos apoiará moção de censura contra Rajoy se não houver nova eleição

Valência (Espanha), 25 mai (EFE).- O Ciudadanos exigiu que o presidente do governo da Espanha, Mariano Rajoy, convoque eleições antecipadas no país, ameaçando, caso isso não ocorra, apoiar a moção de censura apresentada pelos opositores do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) contra o líder do Partido Popular (PP).

O secretário-geral do Ciudadanos, José Manuel Villegas, explicou que a situação do governo e do PP, afetado por vários casos de corrupção, obriga que o povo seja ouvido e pediu para que Rajoy "não se esconda na inação".

O PSOE apresentou hoje uma moção de censura contra Rajoy depois de o PP ter sido condenado em um caso de corrupção. Villegas tinha afirmado anteriormente que não apoiaria o pedido se ele fosse apoiado por separatistas catalães, mas não descartou a hipótese de o Ciudadanos solicitar o afastamento do presidente do governo.

O presidente do Ciudadanos, Albert Riviera, também afirmou que Rajoy deve convocar eleições ou o partido apoiará uma moção de censura para afastá-lo do cargo, sem citar o PSOE.

"A condenação por corrupção liquidou o governo", disse Rivera.

"Precisamos de um governo limpo e forte, que enfrente o desafio separatista. Apoiamos a solução democrática: ou Rajoy convoca eleições ou o Congresso com a moção instrumental. O futuro será decidido pelos espanhóis", escreveu Riviera no Twitter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos