Kim Jong-un expressa "vontade inabalável" de se reunir com Trump

Seul, 27 mai (EFE).- O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, expressou sua "vontade inabalável" de se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a cúpula surpresa que teve na véspera com o presidente da Coreia do Sul, segundo informou neste domingo (data local) a agência estatal "KCNA".

Kim transmitiu essa posição a Moon Jae-in, com quem também marcou outra reunião de alto nível para o dia 1 de junho, durante um encontro organizado em segredo e de surpresa na militarizada fronteira entre ambos os países.

O norte-coreano "agradeceu a Moon Jae-in os seus grandes esforços realizados para realizar a cúpula prevista entre Washington e Pyongyang" no dia 12 de junho em Cingapura, e expressou sua "vontade inabalável de participar dessas conversas históricas", segundo publicou a "KCNA".

"Kim Jong-un também propôs a Moon Jae-in manter a cooperação positiva para melhorar as relações entre a RPDC (República Popular Democrática da Coreia do Norte, nome oficial do país) e os EUA para estabelecer mecanismos para a paz permanente e duradoura", acrescenta o meio oficial norte-coreano.

Pyongyang informou assim sobre o conteúdo do inesperado encontro realizado no sábado entre os líderes das duas Coreias, do qual só se soube no seu final, quando foi anunciada pelo escritório presidencial sul-coreano através de comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos