PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Duque e Petro disputarão presidência da Colômbia no 2º turno em 17 de junho

27/05/2018 20h11

Bogotá, 27 mai (EFE).- O uribista Iván Duque e o esquerdista Gustavo Petro disputarão a presidência da Colômbia no segundo turno do próximo dia 17 de junho, segundo o resultado das eleições realizadas neste domingo, com 99,46% das urnas apuradas.

Os dados oficiais do Registro Nacional, entidade organizadora dos pleitos, mostram que Duque, do Centro Democrático, obteve 7.539.930 votos, equivalentes a 39,11%, enquanto Petro, do Colômbia Humana, recebeu 4.838.639, que representam 25,10%.

Em terceiro ficou Sergio Fajardo, da Coalizão Colômbia (centro-esquerda), com 4.579.684 votos (23,76%), que fizeram seus apoiadores sonhar com a possibilidade de surpreender e chegar ao segundo turno, mas Petro conseguiu manter uma distância consistente durante a apuração.

A quarta colocação foi do ex-vice-presidente Germán Vargas Lleras, do movimento de direita Melhores Vargas Lleras, com 1.400.648 votos (7,26%), enquanto em quinto ficou o ex-chefe negociador do governo com as Farc, Humberto de la Calle, do Partido Liberal, com 398.217 (2,06%).

Fajardo e De la Calle discutiram durante semanas a possibilidade de fazer uma aliança para o primeiro turno, mas esta acabou não saindo do papel, e os cerca de 255.000 votos que faltaram hoje ao candidato da Coalizão Colômbia para passar ao segundo turno são um pouco menos que os obtidos pelo candidato liberal.

A lista é fechada pelo pastor evangélico Jorge Trujillo, do movimento Todos Somos Colômbia, com 75.502 votos (0,39%).

Por outro lado, 60.048 colombianos votaram em branco, o que corresponde a 0,31% do total de votos.

Estes resultados confirmam o que foi prognosticado por todas as pesquisas de intenções de voto divulgadas nos três últimos meses, que mostravam os candidatos na mesma ordem em que ficaram neste domingo.

Internacional