António Guterres jejua no Mali em solidariedade aos muçulmanos de todo mundo

Bamaco, 30 mai (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, que realiza uma visita ao Mali, anunciou que jejuará durante esta quarta-feira, 14° dia do mês do Ramadã, em solidariedade com todos os muçulmanos do mundo.

Em sua conta do Twitter, Guterres escreveu que o "Ramadã é uma estação de paz e reflexão. Em solidariedade com os muçulmanos de todo o mundo, me uno hoje aos que jejuam aqui, no Mali. Ramadã Mubarak".

Durante este dia, e apesar de sua intensa jornada de trabalho e de calor, Guterres não poderá comer e nem beber uma gota de água até o fim do jejum, no pôr do sol, que no Mali, país de imensa maioria muçulmana, será em torno das 19h30 local (16h30, em Brasília).

Ao longo do dia, Guterres deve visitar a cidade de Mopti e se reunir com responsáveis do comando da "Força G5", formada por cinco países do Sahel, assim como dar uma entrevista coletiva em Bamaco e se reunir com o presidente Ibrahim Boubacar Keita, com quem previsivelmente romperá o jejum em um "iftar" oficial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos