PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Comissão Europeia afirma que renúncia de Davis não é problema para Bruxelas

09/07/2018 09h45

Bruxelas, 9 jul (EFE).- A Comissão Europeia (CE) afirmou nesta segunda-feira que a renúncia do ministro britânico para a saída do Reino Unido da União Europeia, David Davis, não é um problema e que continuará negociando o "Brexit" com Londres "com boa vontade".

"Não para nós. Estamos aqui para trabalhar", declarou o porta-voz do Executivo comunitário, Margaritis Schinas, durante entrevista coletiva, após ser perguntado sobre se a saída de Davis é problemática para Bruxelas.

Nesse sentido, insistiu que o indivíduo que ocupar o cargo de ministro para o "Brexit" importa "muito" para o lado britânico "porque essa é a pessoa que será o colega de nosso negociador-chefe", Michel Barnier.

"O que importa para nós é o marco da negociação que nossos 28 Estados membros estabeleceram, o qual estamos cumprindo totalmente", acrescentou.

Em todo caso, Schinas disse que não tem "comentários específicos" a fazer sobre a saída do ministro para o "Brexit" e explicou que a UE continuará negociando "com boa vontade" com a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, e com os negociadores do Reino Unido "para conseguir um acordo".

Schinas ressaltou que entre os 27 países que permanecerão na UE após a saída do Reino Unido não existem "fissuras" na hora de negociar o "Brexit" e destacou que o bloco sempre falou em "um acordo negociado, em comum", o qual, segundo explicou, é uma solução que beneficiaria ambas as partes.

Sobre um possível prolongamento das negociações, o porta-voz afirmou que o artigo 50 do tratado da UE diz que corresponde aos Estados membros decidir de forma unânime, mas lembrou que não foi pedido até o momento.

Internacional