PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Canadá adere à denúncia contra Venezuela no Tribunal Penal Internacional

26/09/2018 15h13

Nações Unidas, 26 set (EFE).- O Canadá vai se somar aos cinco Estados latino-americanos que pedirão no Tribunal Penal Internacional (TPI) uma investigação sobre a Venezuela, informou nesta quarta-feira seu primeiro-ministro Justin Trudeau, que qualificou a situação do país governado pelo presidente Nicolás Maduro de "catastrófica".

"O fracasso da liderança da Venezuela é uma preocupação não só para nós, mas para líderes da região, amigos da Venezuela e do mundo", afirmou Trudeau perguntado sobre o tema em entrevista coletiva na Organização das Nações Unidas (ONU).

Ele disse que o Canadá é favorável a usar "todas as vias" para ajudar os venezuelanos, incluindo se unir à iniciativa de levar o caso ao TPI.

A solicitação oficial será feita hoje pelos chanceleres de Argentina, Colômbia, Chile, Paraguai e Peru paralelamente à Assembleia Geral da ONU. Esses países querem que o TPI investigue supostos crimes contra a humanidade cometidos na Venezuela, e o Canadá, até agora, tinha dito que estava estudando se unir ao pedido.

Trudeau lembrou que seu país esteve muito envolvido nas tentativas regionais de dar resposta à crise venezuelana. De acordo com ele, não se trata de uma questão "política", mas de agir diante de uma "crise humanitária" que está afetando "milhões de pessoas". Segundo o primeiro-ministro canadense, está "muito claro" que a situação é consequência dos "fracassos" do governo e do presidente, Nicolás Maduro.

Internacional