PUBLICIDADE
Topo

Polícia detém autor de tiroteio com vários mortos em sinagoga dos EUA

27/10/2018 13h09

Washington, 27 out (EFE).- As autoridades americanas detiveram o agressor que matou "várias pessoas" neste sábado ao abrir fogo em uma sinagoga de Pittsburgh (Pensilvânia) por volta das 10h (horário local, 11h de Brasília), segundo informaram fontes oficiais.

"Até agora podemos confirmar várias baixas", afirmou um porta-voz não identificado da operação policial que está acontecendo neste momento ao falar com a emissora "CNN".

Por sua vez, alguns meios de comunicação locais, como a "CBS News", já falam em pelo menos oito mortos depois que uma pessoa abriu fogo de maneira indiscriminada na sinagoga da Congregação da Árvore da Vida durante o período do shabat, dia de descanso semanal no judaísmo.

Um segundo porta-voz declarou também à "CNN" que o agressor já está sob custódia policial e que três agentes ficaram feridos durante a operação.

As informações apontam que o agressor abriu fogo contra a polícia e os serviços de emergência que chegaram ao local e que um dos mortos é um dos agentes.

As autoridades pediram aos moradores das áreas de Wilkins e Shady, próximas ao templo, que permaneçam nas suas casas.

Por sua parte, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nas redes sociais que estava atendo aos eventos e pediu à população que tomasse precauções.

"Parece que houve vários mortos. Tenham cuidado com o tiroteio em andamento. Que deus abençoe a TODOS!", escreveu Trump na sua conta pessoal do Twitter.